Petrobras . Agência Petrobras

Petrobras Distribuidora apresenta lucro líquido de R$ 263 milhões no 2º tri e crescimento de sua rede de postos

Publicado em: 02/08/2018 16:56:47

Empresa também teve ganhos em outros indicadores estratégicos

Em resultado divulgado ontem (01/08) ao mercado, a Petrobras Distribuidora registrou R$ 263 milhões de lucro líquido no segundo trimestre de 2018. Na visão consolidada, a BR apresentou aumento na receita líquida, de 21,2%. Os números também mostraram crescimento de 5,6% no EBITDA ajustado, para R$ 508 milhões; expansão da margem EBITDA ajustada, em 10,2%, e crescimento de 7,6% da margem bruta. A Companhia também ampliou sua rede de postos em mais 243 unidades em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O movimento dos caminhoneiros teve impacto significativo no segmento de transportes. Além disso, houve menor demanda de energia – afetando principalmente as vendas de óleo combustível – e menor comercialização de coque verde. Quando comparado com o mesmo período de 2017, o volume de vendas foi 4,2% menor neste segundo trimestre de 2018.

No mercado corporativo (Grandes Consumidores, Aviação e Mercados Especiais), a margem bruta ajustada resistrou crescimento de 14,9%, um incremento de R$ 19/m3, passando de R$ 143/m3 no 2T17 para R$ 164/m3 no 2T18. O EBITDA ajustado foi de R$ 344 milhões no 2T18, contra R$ 278 milhões no mesmo período do ano anterior, alta de 23,7%.

O segmento de distribuição de combustível em geral sofreu uma retração de 1,4% no acumulado entre janeiro e junho de 2018, em relação ao mesmo período de 2017. Até abril deste ano, o mercado ainda registrava crescimento de 2,3% na comparação anual.

Postos e conveniência – Em teleconferência realizada hoje (02/08) à tarde com investidores, o diretor executivo de Rede de Postos e Varejo, Marcelo Bragança, reforçou o incremento de 61 postos em relação ao mês de março, provando consistência e agregação de valor à Companhia. “E ainda temos espaço para melhorar, seguindo o que foi planejado”, afirmou o diretor.

Sobre o novo modelo de negócio para as lojas de conveniência, Bragança lembrou que a BR está em fase final de contratação de um assessor financeiro para formatar a operação, e a expectativa é ter o assunto deliberado pelo Conselho de Administração ainda este ano.

Gustavo Couto, diretor executivo de Mercado Corporativo e Lubrificantes, afirmou que a Companhia está reduzindo os custos do mercado corporativo e trazendo melhores margens em um ambiente de negócio bastante sólido. Segundo ele, expurgando as perdas com o estoque de diesel em junho, a BR já apresenta tendência de crescimento neste segmento.

“Esse resultado reflete o direcionamento estratégico da Companhia, com foco na melhora de rentabilidade, equilíbrio na estrutura de capital e fortalecimento de caixa, reiterando a consistência do compromisso assumido no IPO, realizado em dezembro de 2017”, afirmou Ivan de Sá, presidente da Petrobras Distribuidora, que atualmente acumula interinamente o cargo de diretor executivo Financeiro e de Relações com Investidores, acrescentando que os resultados estão aderentes ao caminho indicado no fim do ano passado, com a manutenção do Orçamento Base Zero, redução consistente de custos, gestão da força de trabalho focada em meritocracia e alto desempenho.

Juros e dividendos – Em 19 de julho, a BR pagou aos acionistas Juros sobre o Capital Próprio (JCP), referentes ao exercício de 2017. O montante correspondeu a um valor bruto aproximado de R$ 0,59 por ação. A empresa vai ainda pagar dividendos adicionais de R$ 433 milhões – que serão atualizados até a data da quitação. Os dividendos serão pagos até 30 de setembro de 2018, mas o presidente Ivan de Sá anunciou durante a teleconferência que a Companhia estuda a possibilidade de antecipação.

O Fato Relevante completo, divulgado ontem à noite, e mais informações estão disponíveis em: www.br.com.br/ri.

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE