Petrobras . Agência Petrobras

Exposição apresenta patrimônio arqueológico resgatado na obra do Gasoduto Coari-Manaus

Publicado em: 28/08/2017 12:48:16

FOTO DIVULGAÇÃO

Materiais recolhidos possibilitam a preservação da memória das populações indígenas

Um resgate arqueológico é o que apresenta a exposição “Patrimônios Amazônicos Revelados: A Coleção Arqueológica da Obra do Gasoduto Coari-Manaus”, que começa no próximo dia 30/8, no Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas. A mostra, que tem entrada franca e fica aberta ao público até o dia 27 de outubro, reúne material encontrado durante a construção do gasoduto da Petrobras, que opera interligando a província petrolífera de Urucu à capital do Amazonas. O empreendimento totaliza 663 quilômetros de extensão, com capacidade para de transportar até 5,5 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural.

Organizada pelo Laboratório de Arqueologia do Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas, a exposição é parte do conjunto de ações previstas em convênio assinado entre Petrobras e UFAM (Universidade Federal do Amazonas). A ação faz parte de uma condicionante para o licenciamento ambiental, para curadoria e guarda definitiva dos materiais resgatados durante a obra do gasoduto.

Pela contribuição para o desenvolvimento desse trabalho, a Petrobras recebeu em junho, a premiação "Amigo do Museu Amazônico". A homenagem destacou instituições que prestaram contribuições significativas para o cumprimento da missão da instituição no fomento às atividades de pesquisa, ensino e extensão sobre a Amazônia.

A exposição ressalta a importância e diversidade do patrimônio arqueológico do estado do Amazonas, incentivando seu entendimento e preservação. Para o diretor do Museu Amazônico, Dysson Teles Alves, a mostra é fundamental para resgatar a memória das populações indígenas que viveram na calha do Rio Amazonas, mais especificamente no trecho do gasoduto.

Estruturada em dois ambientes, em uma primeira sala, a exposição faz uma introdução ao trabalho arqueológico, apresenta o histórico dessa disciplina na região amazônica e os trabalhos de levantamento e resgate arqueológico desenvolvidos durante a construção do Gasoduto Coari-Manaus. A segunda sala apresenta diferentes materiais (cerâmicos, líticos, botânicos, faunísticos, ósseos e outros) coletados durante os trabalhos de campo. A análise dos achados fortalece o conhecimento sobre os grupos que povoaram a região amazônica no passado.

SERVIÇO

Patrimônios Amazônicos Revelados: A Coleção Arqueológica da Obra do Gasoduto Coari-Manaus
Período: 30 de agosto a 27 de outubro de 2017
Horário: 8h30 às 11h30 e 13h30 às 16h30, de segunda a sexta-feira
Local: Museu Amazônico da Universidade Federal do Amazonas
Endereço: Rua Ramos Ferreira, 1036 - Centro
Ingresso: Entrada franca

×

Acesso ao Conteúdo

Exclusivo para jornalistas cadastrados.

×

Esqueci minha senha

×

Enviar notícia

Preencha o formulario abaixo para enviar a notícia:

× Crédito AGÊNCIA PETROBRAS

A Equipe Mitsubishi Petrobras, formada pelo piloto Guilherme Spinelli e pelo navegador Youssef Haddad, disputa a 21ª edição do Rally dos Sertões.

×

TESTE